DOWNLOADS:
Descrição Básica da cidade

CIDADE ADOTADA NO PROJETO "ADOTE UMA CIDADE" POR:
Gustavo Moreira Barcelos "MilkShakespare"

> CONFIRA O PROJETO <

  • INFORMAÇÕES BÁSICAS:

• POPULAÇÃO: 10.000 habitantes
TIPO DE POPULAÇÃO: 100% humanos
• REINO: Belthor
• NOME DO REGENTE: Marslow de Keremut
• GUARDA LOCAL: Guarda de porte médio, suficiente apenas para manter a ordem interna da cidade.
• TEMPLOS: Hidrus e Corllow.
• LEIS: Mesmas leis do Reino.
• ECONOMIA: Vivem da pesca e do transporte naval.

  • DESCRIÇÃO:

Cidade de médio porte, fundada na era da expansão também residente no delta de Anuviron. Cercada por grandes muralhas, vivem da pesca e da navegação. Benshiba têm uma rota de comércio fluvial, atendendo alguns vilarejos que se formaram ao longo do Rio. Muitas mercadorias do interior do continente passam pela cidade antes de ir pra Draco para serem exportadas, mercenários de algumas guildas eventualmente usam a cidade para o tráfico de mercadorias. É uma cidade extremamente humanista, proibindo a entrada de qualquer raça não humana em seus portões.

  • A LENDA DE BENSHIBAE:

Reza a lenda em Benshiba que toda primeira semana de cada mês os moradores devem permanecer em suas casa ao cair da noite ou o Benshibae - um fantasma que percorre o rio atrás de pescadores distraídos - aparece e acaba tomando a vida dos transeuntes incautos, lenda que rendeu a cidade seu nome.
Ultimamente esta lenda ganhou um ar sinistro e bem real. E toda primeira semana ocorre um assassinato brutal nas vielas sombrias de Benshiba.
As autoridades investigam acreditando ser uma seita que tanta dar vida a lenda, mas não há pistas até o momento, a única coisa encontrada são os corpos das vítimas esquartejada no local do crime e uma frase aleatória e sem sentido deixada para os investigadores, escrito com o sangue da vítima nas paredes do local, isso mostra que o assassino é alfabetizado e pode ser alguém influente.

Existem boato que rondam a cidade:

• uma guilda local de maníacos que tenta impor terror a cidade;
• um culto profano atuando secretamente com objetivos desconhecidos;
• um maníaco em série com poderes mágicos, fato este de não deixar pistas no local do crime;
• um lincantropo lobisomem que resida na cidade.

Todas alternativas são apenas suposições, os fatos começaram a ocorrer no ano de 1669 e nenhum providência foi tomada até o momento. O atual regente oferece um recompensa alta por pistas pelo assassino ou criatura.

  • PERSONALIDADES:

Marslow de Keremut

Personalidade
Muito calado e pensativo, Marslow é um bárbaro domesticado, como muitos dizem. Seu temperamento explosivo rendera a ele muitas brigas e ossos quebrados daqueles que se meteram em frente a seu punho.
As pessoas o temem, mas confiam em sua força pra defender a cidade. Marslow, devido ao seu temperamento, é constantemente cogitado a ser substituído da regência, mas ele já se acostumou ao cargo.

Aparência
Um homem de meia idade, com cabelos brancos e olhar cansado, tendo uma cicatriz na face. A armadura bem adornada assim como uma espada bastarda e uma capa fazem parte do visual belo do guerreiro leão, apelido que sugere sua fúria em batalha.

Histórico
Nascido durante o festival da morte na tribo dos homens Leões da Montanha, Marslow era um franzino garoto bárbaro. Durante sua juventude, sua tribo foi dizimada e ele foi feito de escravo junto as tropa dos soldados de Belthor. Como cavalariço e aprendiz fora ganhando a confiança dos homens e foi adotado pelo comandante Hoagar e juntos lutaram durante anos por Belthor, até que as tropas do exército fora enviada a um combate mortal contra bárbaros nas montanhas. Dessa vez, dividido e assolado pelas lembranças, Marslow desertou e chegou até Benshiba aonde vagou como mendigo e bêbado. Gastando suas economias comprou uma casa e montou um estábulo. Certa noite, após um ataque de piratas, a guarda da cidade ficou sem comando e o dono de estábulo pegou sua velha espada e comandou os homens num contra ataque que expulsou os invasores. Tal feito o fez ser consagrado herói e alguns anos depois foi feito regente da cidade.
Anseia hoje pelo perdão de seu pai adotivo, algo que nunca espera ter.

Combate
Ao entrar em combate, Marslow se enfurece e torna-se uma máquina de combate. Mas diferente do que muitos pensam, ele não age sem consciência, sempre arma uma estratégia para a ocasião que o leve a vitória, conhecimentos adquiridos quando serviu seu pai adotivo.
Ao entrar em combate, costuma usar seu escudo e longa espada que desce sobre os inimigos sem misericórdia. A visão deste guerreiro em batalha é pesadelo pra os covardes.

 

CRÉDITOS:

Criação e Textos: Edson Lemes Júnior "Druida das Pradarias"
Heráldica do Reino: Alessandro Eleutério "Fininho"
Mapa: Edson Lemes Júnior "Druida das Pradarias"
Apoio Criativo: Felippe "BirdBardo" Pardal Freita - Criação: Lenda de Benshibae e Marslow de Keremut

Projeto Adote uma Cidade: Gustavo Moreira Barcelos "MilkShakespare" com os materiais:
- Conto: O Alienâmbulo
- Conto